sábado, 22 de maio de 2010

A Casa de Repouso para Cães de Sapporo


“Esta é a última dádiva que podemos oferecer a esses cães, que trabalharam para as pessoas durante toda sua vida”, diz Keiko Tsuji, a diretora deste Lar Canino.

“A maior parte destes cães vive, apenas, mais dois ou três anos após a “reforma”. E quero que vivam confortavelmente o resto de suas vidas.”

Os cães-guia japoneses devem reformar-se por volta dos 11 ou 12 anos, quando suas capacidades e força física começam a declinar. Nessa altura, esses cães idosos são retirados de seus donos e levados para a Casa de Repouso. Isso tem que ser feito, porque, depois de trabalharem a vida toda como guias, eles não param de desempenhar esse papel, podendo assim, colocar suas vidas e a vida de seus donos em risco.

A separação é difícil tanto para o dono quanto para o animal, e Tsuji, que há mais de vinte anos trata de cães, diz que “o objetivo da Casa de Repouso é facilitar a transição da fase de “cão trabalhador” para “cão reformado”. “Aí precisam de muito mais afeto. Viveram muito próximo das pessoas, durante muito tempo, por isso, é muito difícil para eles sentirem-se, repentinamente, isolados. É necessário que continuem a interagir com as pessoas”, explica a diretora.

A Casa de Repouso para Cães de Sapporo (Sapporo Retirement Home for Dogs) situa-se na ilha de Hokkaido, no norte do Japão. Já abrigou mais de 200 animais, desde que abriu suas portas, há 32 anos. Aqui, os cães-guia, em idade de “reforma”, recebem o melhor cuidado possível, até serem adotados (por pessoas não deficientes visuais) ou até o fim de suas vidas.

Só alguns cães vivem permanentemente no Centro. Uma parte deles volta para o lar que os criou, quando ainda eram filhotes. Outros são adotados por empregados do próprio Centro.

Fotografias de cães que já morreram compõem um pequeno altar.

Rick é um velho cão-guia. Tem 16 anos, está muito frágil e está paralisado por causa da idade. A Associação tem um centro veterinário e de reabilitação para os cães que desenvolvem incapacidades físicas, devido à idade avançada.

O corpo inerte de Rick é cuidadosamente coberto por
mantas de criança, para se conservar aquecido.

Ficará no Centro até o fim de seus dias, recebendo, além de muito carinho,
a alimentação pastosa, que é administrada através de um tubo preso a uma garrafa, concebida para alimentar cães que só ficam deitados.

Rick é tratado com o mesmo amor e dedicação que tratou o deficiente visual,
para o qual serviu de cão-guia, durante mais de 10 anos. Ele é frequentemente
virado por sua tratadora, para não se manter sempre na mesma posição.


Apesar das excelentes condições, a Instituição expandiu ainda mais as suas
instalações. O lugar funciona como “creche” para cães mais velhos. Contam com
um solário, um “jacuzzi” e cuidados permanentes 24 h. por dia. Yell adora apanhar
sol no solário e receber o carinho dos tratadores.


Os cães “reformados” são tratados, limpos, escovados, alimentados, e praticam exercício físico diariamente. Para facilitar o movimento dos cães com fraqueza nas pernas e problemas articulares, os grandes desníveis foram substituídos por degraus e rampas suaves.

Ao mesmo tempo que o Centro deseja prolongar a vida dos cães e torná-la mais confortável, também possui um cemitério, perto das instalações, onde descansam eternamente os animais que já faleceram. Uma lápide e uma estátua assinalam os 250 cães que morreram em Hokkaido.

Todos os anos, no mês de agosto, há uma cerimônia religiosa, onde se fazem orações, com respeito e reverência, à memória desses heróis.

.

"Chegará o dia em que o homem conhecerá o íntimo de um animal.
E, nesse dia, todo o crime contra um animal será um crime contra a humanidade."
(Leonardo da Vinci)


"Os animais foram criados pela mesma mão caridosa de Deus que nos criou...
É nosso dever protegê-los e promover o seu bem estar."
(Madre Teresa de Calcutá)


"Falai aos animais, em lugar de lhes bater."
(Leon Tolstoi)


"Só quem teve um cão sabe o que é ser amado."
(Friedrich Nietzsche)


"Os animais dividem conosco o privilégio de ter uma alma."
(Pitágoras)



Fontes:
Refúgio da Bicharada
www.refugiodabicharada.com/index.php?option=com_content&view=article&id=153:japao-casa-de-repouso-para-caes-guia-reformados&catid=1:noticias-recentes&Itemid=103


CWDMA China Working Dog Management Association
www.cwdma.org/CWDMAEnglish/newsdisp.asp?id=2529



Fonte: http://www.codinomebeijaflor.com/casa_de_repouso_para_caes_de_sapporo.htm
Direitos Autorais reservados à autora
Respeite os autores e suas obras, matenha a autoria.

Nenhum comentário: